Tonoscopia

Tonoscopia é a propriedade coligativa relacionada à diminuição da pressão máxima de vapor da solução causada pela adição de soluto em comparação com a pressão de vapor do solvente puro.

Primeiro, vamos conceituar a pressão de vapor: é uma medida da tendência de evaporação de um líquido. E o que isso representa? Vamos aos conceitos!

Em um recipiente fechado, a pressão de vapor de um líquido aumenta com a temperatura até atingir um estado de equilíbrio, em que a quantidade de moléculas que vaporiza é igual ao número de moléculas que condensa. Nessa situação de saturação, o líquido apresenta a sua maior pressão de vapor naquela temperatura.

Pressão de vapor: pressão exercida por um vapor quando este está em equilíbrio com o líquido que lhe deu origem.

Outro conceito é considerar a pressão de vapor como sendo pressão que as moléculas de um líquido exercem sobre a sua superfície a fim de “escapar” (evaporar).

Importante lembrar!

Vaporização: pressão de vapor do sistema = pressão local (atmosférica)

► Quanto maior a pressão de vapor, mais volátil é o líquido (mais fácil de evaporar) e menor a sua temperatura de ebulição.

Com esses conceitos, fica mais fácil determinar o que acontece com a pressão de vapor na presença de um soluto não volátil, certo? Esse soluto diminui a evaporação do solvente, logo, a quantidade de vapor no sistema será menor e, portanto, a pressão exercida por esses vapores estará diminuída.

Isso explica um dos exemplos citados lá na introdução dessa apostila, referente à massa colocada em uma água fervente. Ocorre a diminuição da pressão de vapor (tonoscopia) com a presença do solvente. E o que isso significa? Que a água terá a sua temperatura de ebulição aumentada (ebulioscopia)!

Soluções sempre terão menor pressão de vapor que o solvente puro!

Para saber mais, veja também: