Origem dos Eucariotos

Então, tudo certo até aqui? Falamos que os primeiros seres vivos conseguiam se reproduzir, tinham metabolismo e, além disso, possuíam um envoltório que os isolava do ambiente. Isso é muito parecido com a descrição de uma célula. O primeiro ser vivo era provavelmente muito parecido com as células mais simples, procarióticas.

A característica mais marcante das células eucariontes, e que dá o nome para elas, é a presença de uma membrana envolvendo seu material genético, que é chamada de carioteca. Essa estrutura formada pela membrana e o material genético em seu interior é chamada de núcleo! As células procariontes apresentam material genético, mas ele não está organizado na forma de um núcleo, e sim disperso pelo citoplasma. Além disso, a célula eucarionte possui diversas organelas membranosas que não estão presentes nas células procariontes. Organismos que apresentam células eucariontes incluem as plantas, fungos, protozoários e animais (lembre que a gente é animal). Organismos com células procariontes incluem as bactérias e arqueas. Os ancestrais de todos esses seres era, muito provavelmente, mais parecido com as células procariontes do que com as eucariontes. Como será que ocorreu essa mudança?

A Teoria Endossimbiótica

Muitas das organelas membranosas das células eucarióticas, como o retículo endoplasmático e o complexo de Golgi, têm sua origem a partir de invaginações da própria membrana plasmática. Entretanto, existem duas organelas com uma origem mais interessante! As mitocôndrias e os cloroplastos. Para explicar a origem dessas duas organelas, foi proposta a teoria endossimbiótica, com Lynn Margulis sendo sua maior defensora. Segundo ela, essas organelas teriam sido bactérias independentes, capazes de respirar e realizar a fotossíntese, respectivamente. Posteriormente, podem ter sido fagocitadas (“engolidas”) por um organismo fermentador maior. Dessa forma, surge a célula eucariótica animal, que apresenta mitocôndrias, e a vegetal, que apresenta mitocôndrias e cloroplastos.

Representação esquemática da Teoria Endossimbiótica.