Introdução à Química Orgânica

Olá, pessoal! Vamos estudar agora um pouco de Química Orgânica – O que é? Como surgiu? – e um monte de coisa bacana.

A primeira classificação entre compostos orgânicos e inorgânicos foi proposta por Bergman, em 1777. Segundo ele, compostos inorgânicos são todos aqueles que são extraídos de minerais e compostos orgânicos são os compostos extraídos de organismos vivos animais e vegetais.

Até 1828, acreditava-se que os compostos orgânicos só poderiam ser produzidos por seres vivos, como animais e vegetais. Essa ideia ficou conhecida como “Teoria da Força Vital”. Foi quando um químico e médico alemão chamado Friedrich Wöhler realizou um experimento e conseguiu sintetizar o primeiro composto orgânico em seu laboratório: a ureia!

Hoje já são conhecidas as sínteses de milhares de substâncias orgânicas e, neste capítulo, vamos entender melhor a química por trás desses compostos.

Força Vital

Acreditava-se que uma força maior era necessária, a vida, para sintetizar um composto orgânico. Daí surgiu a teoria da força vital.

Mas, como na Ciência tudo pode mudar – para melhor, é claro –, os conceitos evoluíram. Um químico chamado WÖHLER quebrou essa crença ao conseguir sintetizar ureia em laboratório. Um fato que pode parecer bobo atualmente, mas foi um marco na Química Orgânica, uma vez que mudou o pensamento de então.

Assim, percebeu-se que a proposição de Bergman estava errada e, devido à constante presença do elemento químico carbono, definiu-se que:

Química orgânica é a parte da química que estuda os compostos de carbono que formam cadeias.

Porém, não devemos esquecer que na Química Inorgânica também temos alguns compostos que têm carbono. Estes compostos são chamados de compostos de transição e têm propriedades de compostos inorgânicos.

Temos cerca de 7 milhões de compostos orgânicos catalogados e apenas 200 mil inorgânicos.

Kekulé e Seus Postulados

Kekulé e outros químicos lançaram três postulados que são considerados os pilares da Química Orgânica

Primeiro postulado – O carbono é tetravalente: é capaz de fazer 4 ligações químicas;

Segundo postulado – As 4 ligações sigma (σ) são iguais;

Terceiro Postulado – O carbono é capaz de ligar-se, formando cadeias com outros carbonos.

Postulado é uma sentença que não é provada ou demonstrada, por isso se torna óbvia ou se torna um consenso inicial para a aceitação de uma determinada teoria.

Para saber mais, veja também: