Introdução às Propriedades Coligativas

Neste conteúdo, estudaremos as propriedades coligativas, as quais provavelmente todos nós já aplicamos no nosso dia a dia, mesmo sem saber que estavam presentes. Seguem algumas perguntas que estão diretamente ligadas a essas propriedades: já parou para se perguntar porque a alface murcha quando a temperamos com sal e vinagre? E já ouviu falar que em países onde neva se coloca sal nas estradas no inverno? E já reparou muitas vezes que, quando colocamos massa em uma água em ebulição, ela para de ferver? Essas são só algumas das inúmeras aplicações dessas propriedades. Você deve estar pensando “essas situações são bem cotidianas mesmo, mas qual a explicação para elas?”. Calma, vamos chegar lá!

A ideia é relacionar as propriedades com situações comuns da vida cotidiana, colocando primeiramente uma conceituação de cada propriedade seguida de exemplos comuns da sua aplicação prática.

Afinal, o Que São Propriedades Coligativas?

Propriedades coligativas são propriedades das soluções, que se modificam na presença de um soluto. Elas comparam o comportamento das soluções com o dos solventes puros. Por exemplo: como a água se comporta sozinha (solvente puro) e com a adição de algum soluto, como o sal (solução de água e sal). Veremos que existem alguns efeitos importantes nas propriedades físicas do solvente, como a temperatura de ebulição e de congelamento, por exemplo.

É importante lembrar:

► As propriedades coligativas dependem apenas do número de partículas dispersas na solução, e não da sua natureza! (pequenas ou grandes, moléculas ou íons).

► O soluto não pode ser volátil (não pode evaporar), pois ele precisa estar na solução para causar efeito na propriedade, certo?

Propriedades coligativas são aquelas que se relacionam diretamente com a quantidade de soluto dissolvida em um solvente.

Vamos, então, ver rapidamente um exemplo dessas propriedades: você já deve saber que a água ferve a 100 ̊C, mas isso só é verdade para o solvente puro. Se adicionarmos qualquer soluto na água, estaremos provocando alteração na temperatura de ebulição da água e essa variação dependerá da quantidade de soluto dissolvida no solvente. A adição de sal à água, por exemplo, causa um aumento no ponto de ebulição e uma diminuição no seu ponto de congelamento. Essas alterações nas propriedades físicas da água se chamam propriedades coligativas!

Tipos de Propriedades Coligativas

Tonoscopia: relacionada à diminuição da pressão de vapor.

Ebulioscopia: relacionada ao aumento da temperatura de ebulição.

Crioscopia: relacionada à diminuição da temperatura de congelamento.

Osmoscopia: relacionada à pressão osmótica.

Lembrando do exemplo anterior (adição de soluto na água), qual o efeito nas propriedades coligativas que esse soluto pode produzir?

A adição de soluto na água provocará diminuição da pressão de vapor (tonoscopia), aumento do ponto de ebulição (ebulioscopia), diminuição do ponto de congelamento (crioscopia) e aumento da pressão osmótica (osmoscopia). Ficou confuso? Não se desespere com todos esses nomes e conceitos! Esses conceitos ficarão mais claros logo a seguir, pois vamos estudar com mais detalhes essas alterações e explicaremos cada propriedade.

Para saber mais veja também: