Introdução à Microbiologia

E aí, galera do MeSalva!. Nesta apostila, vamos adentrar em um mundo à parte: o da microbiologia. Essa área da Bio é responsável por estudar os microrganismos, incluindo eucariontes unicelulares, como os protozoários e as algas, e procariontes, como as bactérias. E o que esses seres vivos têm em comum? De forma geral, não são visíveis a olho nu e precisamos utilizar microscópios para observá-los. Apesar de serem muito pequenos, eles estão distribuídos nos mais diferentes grupos taxonômicos. Por exemplo: os procariontes podem ser de dois Domínios diferentes, Archaea e Bacteria (com vários Reinos cada). Já microrganismos eucariontes (Domínio Eukarya) podem estar em diferentes Reinos, como o dos protozoários ou dos fungos.

Na Microbiologia estuda-se ainda, os vírus, que têm características peculiares, pois ninguém sabe muito bem como classificá-los. Outra coisa em comum entre esses organismos é que, apesar da maior parte da diversidade deles não causar problemas aos seres humanos, muitos são patogênicos, ou seja, causam doenças em nós, seres humanos, e essa é uma área de estudo muito importante para a nossa saúde. A despeito disso, muitos outros são benéficos para os seres humanos e usamos vários para os mais diversos fins, como a produção de iogurtes, queijos, chocolate, vinho, cerveja…

Diferença de tamanho entre células eucarióticas, procarióticas e estruturas virais.

Endossimbiose e Evolução dos Eucariontes

Como mencionamos antes, os organismos estudados dentro da microbiologia não fazem parte do mesmo grupo. Aliás, por muito tempo, os eucariontes nem existiam na terra, havendo apenas os seres procariontes ancestrais (com organização celular parecida com a das bactérias atuais) que originaram, posteriormente, os primeiros eucariontes (com organização celular parecida com protozoários e algas atuais). Vamos entender melhor como isso aconteceu.

Existe uma enorme biodiversidade no grupo dos chamados protistas (protozoários e algas), que resulta, em parte, dos diferentes eventos de endossimbiose que ocorreram ao longo da evolução da célula eucariótica. A endossimbiose primária consiste no englobamento de uma célula procariótica por uma célula ancestral dos eucariotos que deu origem às mitocôndrias e aos cloroplastos. Já a endossimbiose secundária consiste no englobamento de uma célula eucariótica que já sofreu endossimbiose primária por uma célula eucariótica, que origina, novamente, um cloroplasto, cuja peculiaridade é possuir mais de duas membranas. A linhagem de eucariontes que derivou da endossimbiose primária com bactérias aeróbias foi a seguinte: Diplomonadidas, Parabasálias, Amoebozoas, Foraminíferos, Radiolários, Heliozoários, Fungos e Animais (alguns perderam as mitocôndrias durante a evolução). A linhagem de eucariontes que derivou de endossimbiose primária com bactérias fotossintetizantes gerou as algas verdes, as plantas e as algas vermelhas. A linhagem de eucariontes que derivou da endossimbiose secundária com algas verdes ou vermelhas deu origem aos seguintes grupos: Cinetoplastídeos e Euglenóides, Algas Pardas, Diatomáceas, Ciliados, Apicomplexa, Dinoflagelados (com algas vermelhas). Ao longo desta apostila, vamos estudar um pouco sobre esses seres.

Para saber mais, veja também: