Introdução Atomística

Você já se perguntou do que somos feitos? Os fãs da biologia podem dizer que somos feito de células, por exemplo. Mas e o que compõe as células? E o que compõe o que a compõe? É como se fôssemos dando um zoom “infinito” para dentro da estrutura das coisas. Será que existe uma unidade fundamental de todas as coisas? Já acreditaram que sim e chamaram essa unidade de átomo.

Neste conteúdo, vamos falar sobre os diferentes modelos de átomos. Diversos filósofos e cientistas se perguntavam sobre a estrutura do átomo e desenvolveram modelos para entender a constituição da matéria. Sabia que esse conhecimento é usado para prever determinados comportamentos dos materiais, como por que bala de menta com refrigerante de cola explode? E, além disso, a estrutura do átomo permitiu que se entendesse e se manipulasse a radioatividade?

Veremos que os modelos em si não são complicados, mas saber diferenciá-los pode ser difícil. Essa é uma matéria que parece simples, mas, quando vemos, estamos misturando as cargas espalhadas do pudim de passas do Thomson com o átomo indivisível do Dalton! Calma, pois veremos os modelos à medida que cada um foi desenvolvido e a evolução do conceito do átomo vai se encaixando até o modelo aceito atualmente. Vamos marcar as características mais importantes de cada um para que a identificação de cada modelo não seja um problema, certo? Vamos lá!

Modelos Atômicos

Dalton, Thomson, Rutherford, Bohr. Você já ouviu falar nesses caras? A evolução do conceito do átomo se deu pela contribuição desses quatro principais cientistas através de seus modelos atômicos propostos. Importante destacar que, embora algumas ideias não sejam mais aceitas, todas as contribuições dadas tiveram uma grande importância para a sua época. Além disso, foi a partir do modelo de um cientista que o outro pôde desenvolver o próximo modelo.

Mas o que é um modelo atômico? São representações que não correspondem exatamente à realidade, mas que servem para explicar o comportamento e o funcionamento do átomo, suas propriedades e suas características. E saber sobre a estrutura do átomo foi fundamental para o desenvolvimento da química, uma vez que permitiu entender melhor as reações químicas entre átomos e a produção de produtos de nossos interesses.

Agora que vimos a importância de entender o que está por trás da estrutura de um átomo, vamos ver como se deu a evolução do modelo atômico até o desenvolvimento do modelo atual?

Para saber mais, veja também: