O que é História da Arte?

E aí, galera do Me Salva! Tudo bem?

Imagine que você realizou uma extensa pesquisa sobre a pintura Escada para a lua, de Georgia O ́Keeffe, e investigou sobre a obra, a artista e o período artístico no qual ela costuma ser inserida. Eis que, muito tempo depois, você está visitando um museu e, inesperadamente, se depara com essa pintura! Sem dúvida, será como reencontrar um velho amigo, não é mesmo?

Estar diante de uma obra de arte e saber a qual período artístico ela
pertence, além de quem é o seu autor, pode ser uma sensação muito prazerosa. A partir deste reconhecimento, sentimos que nossos esforços para a compreensão da arte foram recompensados. Afinal, somos capazes de reconhecê-la. No entanto, mais do que esse reconhecimento inicial, é importante que saibamos, também, situar a obra em seu tempo e seu espaço de produção: seu lugar.

Em outras palavras, para uma compreensão mais ampliada da produção artística, é preciso que sejam considerados uma série de fatores. Como, por exemplo, o seu contexto, as intenções dos artistas e o modo como essa produção foi recebida pelo público. Por isso é que iniciamos os nossos estudos com um conceito geral do que é História da Arte para, em seguida, compreendermos alguns momentos importantes da arte internacional, tais como: Neoclassicismo, Romantismo, Realismo, Impressionismo, Pós-Impressionismo, e a Arte do século XX.

O que é História da Arte?

Mesmo que essa pergunta não possua uma resposta definitiva, é interessante que os questionamentos a respeito da História da Arte iniciem por ela. Nesse sentido, outra questão poderia ser acrescentada: “Para que serve a História da Arte?”. Diferentes historiadores, ao longo dos séculos, apresentaram distintas respostas para perguntas como essas. No entanto, de um modo geral, podemos dizer que a História da Arte é a disciplina que se dedica ao estudo das mais variadas manifestações artísticas (pinturas, esculturas, arquitetura, teatro, música, cinema, etc.) de diferentes períodos e lugares. Se as manifestações artísticas são o seu objeto de estudo, consequentemente, sua função será a de proporcionar uma maior compreensão a respeito das obras de arte e dos seus produtores, os artistas.

Porém, será que apenas os historiadores, os artistas e suas obras fazem parte da História da Arte? Para termos uma ideia melhor de como essa área do conhecimento funciona, precisamos analisar esses personagens como parte de um sistema complexo. Tal sistema abrange, também, o mercado de arte (responsável pela comercialização das obras), os críticos de arte (aqueles que, ao lado dos historiadores, realizam comentários sobre as obras) e o público. Isso mesmo. Já que a grande maioria das obras foram, e são, realizadas com o objetivo de entrar em contato com a sociedade, eu e você também somos parte importante da História da Arte.