Entalpia de Combustão

A reação de combustão ou queima é uma reação muito importante e recorrente, que acontece entre uma substância (combustível) e um gás (comburente), o qual iremos considerar sempre como sendo o oxigênio (O2), pois o caso mais comum. Nesta reação, são liberados calor e luz; pode ser observada na queima de um combustível em um carro, em um incêndio ou na queima de pedaços de madeira ou papel.

A entalpia de combustão (∆H°combustão) é a variação de energia na reação de combustão de 1 mol de substância com oxigênio.

Na combustão completa, formam-se gases em estado máximo de oxidação, como o CO2, e, quando há hidrogênio (H) na substância, forma-se água (H2O). Por haver sempre a liberação de calor, as reações de combustão são sempre exotérmicas.

Reação geral de combustão

Reação geral para hidrocarbonetos (apenas C e H)

Cálculo da Entalpia padrão de combustão

O cálculo da entalpia padrão de combustão é análogo aos cálculos desenvolvidos nos tópicos anteriores. Um ponto que requer muita atenção é o balanceamento estequiométrico da equação, pois em questões de entalpia de combustão a reação balanceada não está explicitada.

Exemplo ilustrado

Um dos hidrocarbonetos presentes no gás de cozinha é o propano, cuja fórmula molecular é C3H8. Qual a entalpia de combustão de 1 mol de propano?

R: Vamos por partes!

  1. Equação estequiométrica

C3H8 + 5 O2 → 3 CO2 + 4 H2O

  1. Método de resolução

O método de resolução depende das informações obtidas no problema!

Supondo que sejam informadas as entalpias padrão de formação dos reagentes e produtos, pode-se utilizar a equação:

Se as informações fornecidas forem as energias de ligação, pode-se resolver o problema pelas fórmulas:

Ou, ainda:

Resolução com as entalpias padrão de formação:

Para saber mais, veja também: