Diagrama de Linus Pauling

Depois de estudarmos o átomo, descobrimos que ele é composto de prótons, nêutrons e elétrons. Os dois primeiros ficam no núcleo, compactados. O desafio agora é conseguirmos dizer onde ficam os elétrons. Se temos vários orbitais, como distribuir os elétrons da maneira correta?

O cientista que propôs uma organização é o Linus Pauling. Chamamos as camadas eletrônicas – níveis – de K, L, M, N, O, P e Q. Cada uma dessas camadas pode conter subcamadas, ou subníveis, chamados s, p, d e f.

A capacidade eletrônica (número máximo de elétrons) é de

► Subnível s = 2 elétrons

► Subnível p = 6 elétrons

► Subnível d = 10 elétrons

► Subnível f = 14 elétrons

Então, desenha-se o diagrama abaixo.

Vamos ver como aplicamos esse conteúdo. Para distribuir os elétrons no diagrama, é necessário saber o número de elétrons do átomo e seguir os traços diagonais do diagrama, respeitando a quantidade máxima de elétrons em cada subnível.

Exemplos de Distribuição Eletrônica

Para saber mais, veja também: