Concordância Verbal

Na concordância verbal, como o próprio nome diz, vamos estudar de que forma o verbo concorda com o sujeito da oração.

Sujeito Simples

No caso do sujeito simples (quando possui apenas um núcleo, lembram?), o verbo concorda com o sujeito.

As formigas eram uma praga.

A quem pertencem essas compras?

Verbos Impessoais

São em geral, os verbos haver, fazer e alguns outros que indicam fenômenos da natureza.

Há pasteis de queijo e espinafre.

Faz três dias desde que encontrei com ela.

Todos os dias chove no final da tarde.

Verbo Ser

Concorda com o termo seguinte da oração.

São três dias de viagem daqui.

É uma hora daqui.

Concordância Ideológica

É um tipo de concordância que vai focar menos nas pessoas do discurso e mais na ideia (sentido) que está sendo passada. Nesses casos, geralmente, há a silepse de um dos termos.

Toda aquela multidão gritavam em nome da vida das mulheres!

Nesse caso, o verbo fica no plural, pois o sujeito “Toda aquela multidão” apresenta uma ideia de coletividade.

A concordância ideológica pode ocorrer também em relação ao gênero e pessoa.

Para saber mais, veja também: